Hoje não está easy…

A manhã começou da melhor forma: Reunião em Lisboa! Tipo anuncio do Shampoo – “Óóhhh siiim!”. Depois piorou. Ir para o Tagus de transportes (hoje embirrei que não iria de Taxi que a vida não está para luxos) continua a ser um martirio. E mesmo assim, para garantir que lá chegava antes da hora de ir embora, lá tive que apanhar um Taxi em Oeiras.

Trabalho este, trabalho aquele e a lembrança de que tenho férias no final da semana e no inicio da próxima… Huummm. Dificil. Talvez não as goze na totalidade. Entretanto chega um papel para assinar e o conteúdo do mesmo não corresponde a algumas das espectativas… Huuummm! E já passava da hora de saida (oficial) e eu ainda pensava porque raio estaria eu a pôr em causa as minhas férias? Para receber papéis daqueles? Mas continuei a trabalhar e definitivamente não vou gozar as férias que tinha planeado. Tenho um trabalho para acabar.

Deus, que gajo parvo.

Partilhe:FacebookGoogle+TwitterLinkedInPinterestEmail
Comments { 2 }

Batmobile… São pancadas Senhor…

Pois e o que se poderá dizer acerca do Batmobile? O quê? Não sabem o que é o Batmobile? Mas onde é que o pessoal tem andando nos últimos 64 anos? A dormir? Ainda me dizem que também não sabem quem é o Joker

The Dark Knight Returns Batmobile...

Não é que eu tenha particular pancada pelo Batmobile mas confesso que a tenho pelo Batmam (que juntamente com o Wolverine compôem a galeria dos meus all time favourites). O Cavaleiro das Trevas sempre exerceu sobre mim um grande fascinio. Quer pela história quer pelo desenho (nas suas mais variadas interpretações) as aventuras do alter-ego do milionário Bruce Wayne irão para sempre ser uma referência.

Agora, voltando ao principal tema deste post: O Batmobile. Que mais haverá a dizer para além do que é dito em “The History of the Batmobile“? Um site fantástico com todas as versões desta maravilha que é o carro do Batman. Desde a mais classica em 1941 até aos mais conceptuais desenhos. Autenticas naves dignas da mais elaborada ficção cientifica…

Partilhe:FacebookGoogle+TwitterLinkedInPinterestEmail
Comments { 0 }

Teatros, Ristorantes e constipações

Sexta-feira eu e a Xana fomos ao teatro. Depois das “12 Mulheres e uma cadela” (e a cadela aparece lá para o fim para nos brindar com os estrondorosos latidos) que vimos há 15 dias, desta feita fomos ao Politeama para ver “A minha tia e eu” com o José Pedro Vasconcelos e a Fernanda Borsatti. Já lá vamos…

Antes disso porém, um jantar descontraido. e onde vai ser? Valentino. Restauradores. Por trás da Abep. Um fantastico Carpaccio de entrada. Tagliatelli à’olli di Tartufo per la signora. Macharroni Bolognese per me. De sobremesa um divinal Tiramisú e uma celestial Panacotta. A finalizar, e como não podia deixar de ser, 2 cappucinos. A voltar outro dia.
E o teatro? Já lá vamos.

Sábado pela manhã fomos até á Docapesca de Pedrouços para aproveitar as entradas em horario profissional do Stockmarket. E ainda bem. Chegámos perto das 11 e a fila para entrar (a entrada para pagantes iniciava ao meio-dia) já era gigantesca. Pouco tempo lá estivemos. Em Portugal parece que o conceito stockmarket é diferente do resto do mundo. Aqui um stockmarket não serve só para “despachar” o stock da colecção anterior. Serve essencialmente para “despachar” o que por razões óbvias (cores e feitios no top) não terá sido vendido nas colecções dos últimos 10 anos. A fúria consumista de ter uns jeans “Trussardi” cega os olhos perante o facto de que já ninguem usa aquele modelo ou até que de todos esse seria o modelo que lhe assentaria pior… Saimos. A fila para entrar estava agora gigantesca.

E o teatro? Irra. ‘tá bem. Ficámos decepcionados. Esperávamos algo mais fresco. Não é. Obriga a pensar sobre a condição de ser sozinho. Desde sempre. Mostra alegria e tristeza, vida e morte… Mas o problema nem foi esse. A representação do José Pedro Vasconcelos era por demais vincada. A sua expressão corporal por demais exagerada. Talvez seja mesmo assim o seu papel. Mas se é, não sou particular admirador do género. Se não é, JPV, tenta outra cena que não essa.

p.s. E no meio disto tudo estou com uma brutal constipação. Até já estava a estranhar. Até logo que ´tá na hora de bulir.

Partilhe:FacebookGoogle+TwitterLinkedInPinterestEmail
Comments { 0 }

Talvez isenção de horário ou algo do género…

Caso contrário sempre me posso dedicar a espalhar por ai o link que ensina todos os bons colaboradores a serem ainda melhores…
Vale a pena visitar...
Wac-a-Boss ou “Como dar melhor uso a 13 ferramentas de produtividade essenciáis em qualquer escritório…”

Metam som em altos berros nessas máquinas que é digno ok?

Partilhe:FacebookGoogle+TwitterLinkedInPinterestEmail
Comments { 0 }

15 dias and going on…

Wow! Uma vez mais, a coisa vai. Apresentado que foi o trabalho a quem de direito, tirando alguns pormenores, foi aprovado na generalidade… Pois. Adianta de muito o que estou para aqui a dizer. Não sabem do que se trata não é? Pois, e vão continuar sem saber. Ossos do oficio. Mas não queria deixar de escrever. Fica para a posterioridade. O coitado do João é que vai penar. Fazer em html faz-se. Mas passar aquilo tudo para dentro do MSCMS… Juro que se pudesse ajudar mais ajudava.
Amanhã dedico-me aos gráficos. O esboço serviu o objectivo mas agora o prazo aperta e é bom que tudo esteja em conformidade com os requisitos do cliente. Não é que seja chato mas é exigente e tendo em conta que o salário vem dali, seja feita a sua vontade.
Está um outro pedido pendurado mas é só um pouquito ‘tá bem? A malta lá para 2ª ou terça dá-lhe comforça outra vez… Agora temos mesmo que aproveitar o balanço.

Partilhe:FacebookGoogle+TwitterLinkedInPinterestEmail
Comments { 0 }