The Anatomy of an All-Nighter

As minhas noites acordado frente aos livros já são bem conhecidas de quem por aqui passa… Nunca fui de dormir muito mas desde que voltei à universidade, retomei o mau hábito de passar noites em claro a estudar ou a fazer trabalhos…

Sim, sim eu sei… Se estudasse um pouco todos os dias já não precisava disso… Dizem vocês. A mim, custa-me a acreditar mas de qualquer forma, não é esse o tema da conversa.

Noites sem dormir. Sejamos sinceros: Não fazem bem a ninguem.

Dormir pouco é bastante diferente de não dormir. ainda assim, para mim, tal como decerto para outras pessoas, não há como o evitar. De quando em vez, por isto ou por aquilo, lá se passa mais uma noite acordado.

O site Online Colleges publicou recentemente um infografico que compila de várias fontes “entendidas” no assunto, uma série de informações que não só ajudam a passar melhor essas noites sem dormir como também nos alertam para os efeitos nocivos, a curto e a longo prazo, que tal prática pode acarretar… Pode ser que nos demovam: The anatomy of an all-nighter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*