Desta vez intercalada com duas interessantes conversas, aventuras de quem se aventurou, de quem largou o comodismo do "certinho" e arriscou trabalhar por gosto, seguir um sonho… E afinal é tambem disso que nos fala a revista Monocle certo?

A pergunta que se impõe é: então e tu?

2 thoughts on “Leituras nas manhãs de Sabado: Monocle

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*