Aqui d’el Rei que se levantam as hostes. Arquitectura de Informação não tem nada a ver com politica. É tecnologia, é ciência e coiso e tal. Ele é estatísticas e medidas, bytes bits e coiso e tal…

Sausage Machine by Clement27
Sausage Machine by Clement27 on Flickr

Esqueçam lá isso. A politica é ponto essencial , fundamental, estrutural até, na Arquitectura da Informação.

A história passa-se à volta do site de uma famosa (fictícia)  mercearia. Nesse site, lá em cima (não onde há planetas sem fim mas no topo do site), está um menu indicando as principais categorias dos produtos que por lá se vendem: Verduras, Frutas, Massas e Enlatados. Não está assim por acaso. É como tem sentido. Resultou de observação e estudo…

Certo dia, chegou ao escritório da tal mercearia a Dona Quitéria, responsável pela venda (entre outras coisas) das knockwurst (ou no original knackwurst, as famosas salsichas alemãs) e grita de plenos pulmões: “Parem as máquinas! Há algo errado com o site da mercearia! Falta ali uma coisa.”.

Senta-se à mesa com pose de quero, posso e mando e afirma: “Falta ali um link, ao lado dos enlatados, para as knockwurst.”.

Huuumm… Não. As knockwurst são um produto que se enquadra nos enlatados, mais precisamente, um tipo de salsichas. Ora assim sendo, ficarão algures em Enlatados » Carnes » Salsichas » Knockwurst.

“Nã, nã, nã, não. Não é nada disso. Eu quero que as Knockwurst fiquem ali em cima.”. A Dona Quitéria está quase em choque.

Tenta-se explicar à Dona Quitéria que não tem qualquer sentido, não só pelos argumentos antes referidos mas também porque (tentando detalhar um pouco mais as insondáveis razões dos Arquitectos de Informação) só cerca de 1% dos Clientes do site procuram Knockwurst’s.

Pergunta-se à Dona Quitéria mas afinal, porque raio quer ela as knockwurst lá em cima. “Porque assim, – diz ela – lá onde estão, ninguém vê as knockwurst, ninguém sabe o quão boas elas são.”.

Estava encontrado o problema da Dona Quitéria. A solução não está em meter a sua Quinta à frente das outras, é um problema de Comunicação Comercial. Se a Dona Quitéria quiser, montamos uma campanha comercial, uns banners, uns textos jeitosos sobre as knockwurst…

As salsichas da Dona Quitéria ficam lá, na prateleira certa, arrumadinhas mas as pessoas ficam a saber que elas existem e onde estão…

“Pois, – diz a Dona Quitéria – isso é tudo muito bonito mas eu vou mesmo é falar com o senhor Joaquim. Ele é que é o dono da mercearia, ele é que manda… Vou dizer-lhe que quero as knockwurst ali em cima, ao lado dos enlatados…”

Certo. Vá lá então falar com o senhor Joaquim. Eu até lhe posso dizer o mesmo que digo à Dona Quitéria mas se ele mandar fazer…

8 thoughts on “A Arquitectura de Informação, a politica e as Salsichas

  1. props Pedro!A analogia é perfeita, porque se os “donos” tratam o site como se de um talho se tratasse, então muitas vezes é o que têm.

    Querem neons grandes não é? E a gente dá…

  2. o que já me ri com isto:D that brings me back memories :-) e eu também achava que Arquitectura de Informação não tinha nada a ver com política até arrumar umas salsichas na mercearia da Dona Quitéria :-)))

  3. Grande Ricardo, este post, ainda que não conhecido por ali além, sempre que de alguma forma é referido, é sempre como um bom exemplo. Voltei a lembrar porque numa conversa de café alguém o referiu sem saber que era meu… É bom…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*