Noites de Verão em Lisboa. Jantares a olhar para o Tejo. Que tal no Faz Figura?

O restaurante Faz Figura é já marco em Lisboa vai para lá de 30 anos. Em tempos idos de construção foi de ideia ser feito como coisa exclusiva, privado, para oficiais militares. Com localização privilegiada, mesmo ali junto a Santa Apolónia, elevado virado à agua, facilmente se entende a relação com o luxo.

Os tempos mudaram, radicalmente dirão alguns, e o Faz Figura foi ficando esquecido na história. Há alguns anos atrás, o Faz Figura resolve voltar ao esplendor de outros tempos com toques de modernidade. E consegue.

Em noite quente a esplanada é apetecível e o meio da semana ajuda a que haja por lá lugar. A recepção à porta, a verificação da reserva e o acompanhamento à mesa indicava já um certo cuidado.


Cartas em mão vem para a mesa o couvert. Sem nada que o distinga particularmente de outros, a simplicidade não lhe ficou mal e ajudou até a que o paladar ficasse claro para a entrada que se seguiria: Um folhado de Queijo da Serra com mel misto de alfaces e pistácios. A combinação do doce com o sal do queijo, servido no folhado quente é de pedir que a entrada se repita. Só não se faz por etiqueta mas a vontade não falta. A verdura dava ali o toque que faltava para não nos sentirmos a cometer um daqueles pecados mortais…

O prato de peixe foi um Polvo com crosta de milho. O molusco estava sob a capa crocante, tal e qual como devia estar. Nem muito mole nem muito rijo. O tal ponto. A capa em si era de fazer jus ao nome pois compunha-se por uma bem conseguida crosta, conseguida ao ponto de não se desfazer no prato aquando do corte. O acompanhamento era de vegetais ligeiramente salteados que ali estavam, tal como tudo o resto, em dose certa ou seja, bem servida.

A carne foi escolha de compromisso uma vez que a dúvida pairava sobre o Folhado de Cabrito do Barroso e a Vitela Estufada com Pistácios e Amêndoa. Escolhemos o segundo, seguindo até o conselho da casa sendo que já teríamos o folhado na entrada. Foi boa escolha (e o Cabrito não será esquecido para próximas aventuras). Dois valentes nacos de vitela estufada, coberta de um gratinado de batata e maçãs em dose generosa. Não conhecia a combinação e ficamos agradavelmente surpreendidos.

Os pratos foram acompanhados nessa noite por uma garrafa de Quinta do Cerrado Reserva 2004. Um tinto que a noite pedia e os pratos em causa agradeciam, um Dão que de peso já bastava. Vermelho, frutado e muito, muito macio, o Quinta do Cerrado Reserva 2004 impressionou e foi um vinho à altura da refeição.

Chegada a hora da sobremesa e perante um nome sugestivos como Pão de Ló Tépido de Chocolate ou Crême Brulée com Leite de Côco e Lúcia Lima resolvemos optar por uma clássica Taça de Gelado com Telha de Manteiga e um mais arrojado Crumble de Pêra Rocha com gelado de Canela. A primeira primou pelos sabores não usuais de Leite Condensado e Queijo Fresco com Framboesa. O segundo revelou um crumble onde a pêra não se perdia (ao contrário de outros já provados onde a crosta abafa o gosto à fruta) e, o facto de ser rocha não o adocicava em demasia. O gelado de canela fazia o ponto quente e frio com um toque de classe.

Do principio ao fim, a simpatia esteve presente no serviço e isso, como já tenho referido, ajuda a fazer a casa.

Para terminar, o café e o garoto. No melhor pano pode cair a nódoa. Mesmo que seja pequena, se o pano for branco, nota-se bem. O garoto veio mais escuro do que claro e, num garoto é mais visível, fez-se acompanhar de umas borras de café. Tal como noutras situações, não foi por ai que se estragou a imagem conseguida. Tendo em conta a forma irrepreensível como fomos servidos, a qualidade da comida e a apresentação da mesma, o jantar no Faz Figura é de repetir em breve pois estava tudo muito bom. Pedimos no fim uma pequena chávena de leite quente e logo lhe deitamos uma ou duas gotas de café. Tudo fica bem, quando acaba bem.

Restaurante Faz Figura
Rua do Paraíso 15 B
1100-396 LISBOA
Telf. 218 868 981
Horário: Das 12:30 às 15:30 e das 19:30 às 23:00
URL: www.fazfigura.com

13 thoughts on “Restaurante Faz Figura

  1. Zex, dá uma olhada na categoria “comes e bebes” e garanto-te pelo menos uma semana ou duas sem fazer nada em horário laboral…

    E ainda não escrevi sobre a nossa visita a Londres vê lá tu… Falta de tempo.

    De qualquer forma, ainda sobre a comida, tenho na calha uns dois ou três para cá escrever mas tenho primeiro que rever apontamentos e relembrar sabores… Grande braço.

  2. Pedro: tem no seu artigo o nº do telefone errado do Faz Figura. É o 218 868 981 e não o 213 421 157.

  3. Vou tratar da correcção de imediato. O numero que lá tinha era efectivamente de uma outra grande casa gastronómica sobre a qual também tenho a melhor das opiniões: “Salgadeiras”.

    Obrigado pela chamada de atenção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*