A Letra L (L de lésbica claro.)

Já não é novidade para ninguem que eu gosto muito de ver séries e faço alguns sacrificios para as ver. Destes, o mais recente é esperar até á meia-noite e meia para assistir diáriamente a L Word (ou como lhe chamaram em Portugal, A Letra L) na 2. L é de Lesbian e é de lésbicas que a série nos fala. Pelo menos é assim que é apresentada e isso só por si faz com que algumas pessoas não queiram ver a série e outras estejam doidas para tal mas pelas razões erradas (erradas ou não as mais correctas ou ainda não as mais justas).

L Word mostra-nos a realidade diária de um grupo de mulheres lésbicas que vive em Los Angeles e que como toda a gente, procuram viver felizes sabendo que, devido a amarem de uma forma diferente da culturalmente estabelecida, tal nem sempre é facil. É um drama no sentido televisivo da palavra mas é na verdade uma série que nos mostra de forma muito bem humorada, sensivel e sensual (não vejo maneira de mostrar a relação entre mulheres que não assim), a luta para a realização pessoal e profissional destas mulheres enfrentando todos os entraves externos e não só (uma das personagens, Jenny, insiste em casar com o namorado mas descobre que o feminino é uma atração talvez mais forte) que lhes vão aparecendo. E estas mulheres são tal e qual todas as outras (e outros também). Não estamos a falar das lésbicas dos tempos das nossas mães, o estereotipo de blusão de cabedal pós 25 de Abril e cigarro ao canto da boca… Além disso, há as que querem ter filhos, as que só dão valor à carreira, as que querem alguem diferente todas as noites sem nunca assumirem compromissos.

L Word

A vida corre bem para aqueles lados. Está bem… É muito luxo, muito glam… Apartamentos lindos e telemóveis topo de gama. Profissões de sonho e tudo o mais. Não se esqueçam: é Los Angeles. Se fosse em Nova Iorque a coisa seria diferente…

A série merece a plenitude da bola vermelha que ganhou ao canto do ecran. Entre beijos apaixonados ou uma lingua que passa aqui e ali, cabeças que desaparecem entre pernas ou outras posições, sons e expressões que nos deixam adivinhar orgasmos que só elas poderão saber como se sentem, também as falas lá estão todas e desta feita até a legendagem ajuda. Quando se diz fazer amor é fazer amor mas quando se diz outra coisa é mesmo outra coisa que se lê. É certo que por vezes quase nos leva a pensar “Será que elas não pensam noutra coisa senão ir para a cama com outras mulheres?” ou “Será que as gajas lésbicas vão todas para a cama no primeiro encontro?” mas dizem para ai as más linguas que toda a gente pensa no assunto muito mais do que aquilo que admite. Mesmo assim, que não fique a ideia de que a série é só isto. Por exemplo o tema “sexo entre amigas” é muito focado com enfase no amigas e não no sexo. Sabem aquela conversa do “Pode o melhor amigo de um homem ser uma mulher?” Imaginem o pano para mangas que pode dar quando falamos de lésbicas…

Começada a exibir nos Estados Unidos ainda em 2004, L Word já conta com três epocas completas e prepara-se a quarta. Vai introduzindo novos personagens e novos tramas e ao que parece sem perder o interesse. Já há obviamente vozes que se levantam contra a série mas por enquanto, tendo em conta o que já vi fico naquela de que, vozes de burro não chegam ao céu…

Partilhe:Facebook5Google+1Twitter2LinkedIn0Pinterest0Email

Sobre o Pedro Rebelo

A escrever na Web, sobre a Web, a Vida, o Universo e tudo o mais desde... Bem, desde há muito, muito tempo. Da família ao Social Media, das simples curiosidades aos temas da Web Strategy, de tudo um pouco...

, , , ,

3,385 Responses to A Letra L (L de lésbica claro.)

  1. the_angel_of_city April 12, 2013 at 19:08 #

    Olà …..que paradinho que isto anda meninas, ninguèm da sinal de vida hahhahah … aproveito para desejar bom fim de semana tds beijinhos :) tà na minha horinha ….

  2. BfromBi April 24, 2013 at 01:32 #

    Olá meninas. Tanto tempo que não venho aqui. . . Isto está paradito. Tenho pena :-/mas também sou culpada porque não tenho aqui à muito tempo. Xs, espero que esteja tudo bem contigo. The angel of city, espero que contigo também. A páscoa foi muito boa. Muito chocolate. Muita coisa :-/ muitos beijinhos para todas. Vão falando por favor :-D

  3. the_angel_of_city May 8, 2013 at 10:26 #

    Ola meninas…isto anda muito paradinho mesmo….comigo tudo BfromBi e contigo!?beijinhos para tods :)

  4. juhh May 22, 2013 at 23:23 #

    Txiii a tanto tempo qe ja nao vinha aqi :S …. Anda alguem do norte por estes lados? :P

  5. the_angel_of_city June 3, 2013 at 01:06 #

    Olà ..isto anda mesmo paradinho pessoal …. e o que è viver!? acho que viver é acreditar no nascer e no pôr-do-sol…É ter esperança de que o amanhã será sempre o melhor… É renascer a cada dia É aprender a crescer a cada momento…É acreditar no amor…É inventar a própria vida… No decorrer desta vida, o prazer, a alegria, a tristeza, a dor, o amor,desfilam na alma e no coração deixando diferentes marcas.São essas marcas combinadas que formam a riqueza de cada caminhada.Um caminho onde o mais importante não é chegar e sim caminhar. Valorizar todos os detalhes, todas as subidas e descidas, as pedras, as curvas, o silêncio, a brisa e as montanhas , para que se possa dizer de cabeça erguida, no futuro: Cresci…Chorei…Sorri Caí…Levantei…Aprendi…Amei…Fui Amado…Perdi Venci…Vivi… E, principalmente, Sou uma pessoa Feliz (carpen dien)..pessoal ta na minha horinha hoje entro de fèrias :) beijinhos para tds

  6. the_angel_of_city June 3, 2013 at 01:12 #

    :)

  7. the_angel_of_city June 19, 2013 at 20:07 #

    Olà ….o que è bom dura poucito acabaram-se as ferias de regresso ao trabalho ,,,boa semana para tds ,està na minha horinha beijinhos tds :)

  8. the_angel_of_city July 6, 2013 at 00:21 #

    Ola tds….hoje depois muito pensar decidi dizer …
    Sou assim… perdida nos tempos livres
    Perco-me nas palavras, e tantas vezes nas acções… sou o sorriso dos outros e minha alegria só fica completa com um olhar expressivo ás vezes perco me em pensamentos viajo por todo o lado e adormeço para descansar dessas viagens
    perdida nos tempos livres… Amiga a toda a hora
    desfaço-me para alegrar os dias tristes de cada amigo perdido
    Meiga e demasiada sincera…
    Perdida nos tempos livres
    apaixono-me pela vida a cada manhã
    Sonho…sempre acordada e em cada sopro do vento
    Oiço a voz da consciência
    Diz-me para ficar…
    Diz-me para não deixar de ser …Nunca
    Divertida
    Doida
    Apaixonada
    Sincera
    Amiga
    Perdida
    E nunca deixar de ser como sou!!

  9. mary September 22, 2013 at 15:48 #

    possas…como o tempo passa!
    aliás, como o tempo voa.
    espero que esteja tudo bem com todas…é bom saber que este espacinho ainda existe! :)

  10. Sofia October 4, 2013 at 16:34 #

    Como este blog era e como está agora…
    Será que todas já tem companhia, e por isso já não vem para aqui comentar.
    Ou será que à Blogs novos onde falar….

    Digam blogs bons para se falar..

    bjs

Leave a Reply

*